Confraria do Lúpulo

Beba com Informação

Síndrome da auto-cervejaria. Ou como ficar bêbado sem beber.

alcool-bebado

Crédito: Wikimedia

ResearchBlogging.org

Após passar por uma cirurgia em 2004, um norte-americano de 61 anos de idade começou a sentir os sintomas de excesso de álcool mesmo depois de consumir apenas uma ou duas cervejas ou até em alguns casos quando não ingeria nenhum tipo de bebida alcoólica. Vários anos passaram e o padrão só foi confirmado devido a uma internação por 24 horas em um hospital, no ano de 2010. Mesmo sem ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica foi registrado um aumento da concentração de álcool no sangue do paciente que chegou a atingir a marca de 120 mg/dl. Seria um milagre? Um truque de um senhor solitário que gostaria apenas de um pouco de atenção?

Não. A resposta é bem simples e conhecida de todos os cervejeiros. O diagnóstico médico foi que o intestino do nosso amigo virou literalmente uma cervejaria, onde o bom e velho fungo Saccharomyces cerevisiae estava convertendo o açúcar ingerido em álcool e gás carbônico.  A Síndrome da auto-cervejaria não é uma descoberta recente. Vários casos foram descritos no Japão na década de 1970, mas a documentação deles não foi feita de forma tão completa como o caso mais recente. Como a esposa do nosso paciente auto-cervejeiro era enfermeira, a concentração de álcool no sangue dele foi medida com frequência, além dos testes controlados efetuados no hospital. O caso foi descrito no periódico científico International Journal of Clinical Medicine em julho deste ano.

Segundo informações do site da npr, o senhor em questão era cervejeiro caseiro. Esta informação ajudaria a explicar o caso, já que cervejas caseiras normalmente não são filtradas e apresentam levedura in natura. Mas não é a única hipótese já que este fungo é bem comum em outros produtos como pão e vinho. Fungos e bactérias fazem parte da microbiota que coloniza o nosso corpo em um número que pode chegar a 90 trilhões de células. A relação do nosso corpo com os micro-inquilinos é muito boa na maioria dos casos, mas pode acabar sendo desregulada quando ocorre o domínio de certos grupos, como no caso do crescimento anormal de Saccharomyces cerevisiae.

Bem, se uma pessoa pode produzir álcool internamente… como fica a proibição de beber antes de dirigir? Um estudo publicado em 2000 no periódico Medicine, Science and the Law testou de forma controlada a produção de álcool em um grupo de indivíduos que passou por este problema, mas por causa de doenças como diabetes, hepatite ou cirrose. A conclusão foi de que a produção é quase zero, o que impediria que você usasse o argumento como desculpa para não passar no teste do bafômetro. Mas o novo relato pode adicionar um novo fator a discussão.

O caso do senhor norte-americano foi o primeiro a ser descrito de forma completa na literatura científica, comprovando que podemos realmente ficar bêbados sem ingerir uma gota de álcool. Mas eu não recomendo imprimir o artigo para apresentar na próxima blitz da lei seca. Pelo menos até que novos casos sejam descritos e publicados na literatura científica.

Agradeço ao Roberto Takata pela indicação da notícia.

Referências:
Barbara Cordell, & Justin McCarthy (2013). A Case Study of Gut Fermentation Syndrome (Auto-Brewery) with Saccharomyces cerevisiae as the Causative Organism International Journal of Clinical Medicine, 4 (7), 308-312 DOI: 10.4236/ijcm.2013.47054

Logan BK, & Jones AW (2000). Endogenous ethanol ‘auto-brewery syndrome’ as a drunk-driving defence challenge. Medicine, science, and the law, 40 (3), 206-15 PMID: 10976182

 

Anúncios

Sobre Luiz Bento

Um comentário em “Síndrome da auto-cervejaria. Ou como ficar bêbado sem beber.

  1. Pingback: 191 SÍNDROME DE AUTO-CERVEJARIA | CALUNIADORES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19 de setembro de 2013 por em Ciência, Geral e marcado , , , , , , , .

Fazemos parte

Atualizações Twitter

wordpress hit counter

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.