Confraria do Lúpulo

Beba com Informação

O glamour da cerveja

 Tenho orgulho de apresentar um post da nossa companheira de panela e cervejeira Carol. Além da nossa confraria, Eu e Flávio também fazemos cerveja com a Carol e seu marido Marlos (que inclusive ganhou o primeiro lugar no concurso da Acerva Niterói no estilo Extreme Beer).  Ela irá participar como colaboradora do Blog e já começa com uma grande polêmica. Boa leitura!

Luiz Bento

Cerveja-vinho

Crédito: Olya Smith

Eventos de família são sempre um risco à sanidade mental. Principalmente quando eles envolvem o consumo de bebidas alcoólicas. Ao longo da minha vida (ainda não tão longa assim), me tornei uma grande apreciadora de cervejas. Ouso dizer que passei por um aprendizado, um curso intensivo proporcionado por um ano morando na Bélgica. Já experimentei muitas cervejas e aprendi o que eu gosto e o que eu não gosto nestas bebidas.

Mas (in)felizmente, cerveja não é vinho. Até hoje, não aprendi a gostar de vinho. Não descobri os sabores que curto, mas já consigo identificar alguns que não me agradam. Gostaria mesmo de gostar de vinho, principalmente tinto.

Por que estou dizendo isso? Para poder voltar às festas de família. Recentemente, notei uma preocupação crescente por parte de meus familiares mais próximos. Baseada em longas conversas, percebi que essa preocupação surge graças à falta de glamour da cerveja. Na última conversa, decidi defender a minha integridade (que, diga-se de passagem, nunca foi abalada pela cerveja) e, claro, a cerveja.

(Faço um parênteses aqui para justificar o uso repetitivo da palavra cerveja nas últimas frases. Pensei em sinônimos, mas não achei nenhum bom. Loura gelada? Não, obrigada! Dispenso no bar e também no meu texto. Bebida fermentada de cevada com adição de lúpulo? Muito formal, prefiro deixar pro dicionário. Portanto, sem conseguir pensar em outra opção, fiquei com cerveja mesmo.)

Voltando… Percebi, nessas conversas familiares, que o consumo de cerveja tem sua imagem associada à destruição de lares e a vexames homéricos. Ao contrário do consumo do vinho, que é chique, emana finesse, torna quase obrigatório levantar o dedo mindinho ao se degustar uma taça. As duas bebidas diferem em sua forma de consumo: enquanto cerveja a gente entorna, vinho a gente degusta. E ainda tem mais: cerveja pode ser bebida no gargalo, vinho jamais! Não sei há quanto tempo esse preconceito existe, mas como qualquer preconceito, ele não será eliminado da noite para o dia.

Tentei convencer minha família que não é bem assim, que cerveja pode ser chique também. Resolvi apelar então para o preço, já que para muitas pessoas produto fino é produto caro. Falei de vinhos vendidos em garrafões de 4 litros que custam 30 reais (o remédio para curar a dor de cabeça do dia seguinte pode ser mais caro do que isso) e de cervejas que custam mais de 1000 reais na fábrica. Não sei se meu argumento foi válido e se eu contribuí um pouquinho para diminuir o preconceito. Consegui mesmo foi ouvir que quem paga 1000 reais numa cerveja é maluco. O pior é que não sei se posso discordar disso.

Após toda a conversa, minha mãe experimentou nossa extreme imperial stout caseira. Com um sorriso no rosto, ela manda a seguinte pérola: “Nossa! Nem parece cerveja!”. Fiquei feliz em apresentar algo diferente para ela e considerei esse comentário a maior vitória da noite. Acho que agora há menos uma pessoa com preconceito cervejal no mundo.

Anúncios

Sobre Carolina Goulart

Sou formada em Biomedicina, com Mestrado e Doutorado em Biofísica. Sou cientista por formação e escritora por vocação. Atualmente, busco alinhar essas duas paixões.

2 comentários em “O glamour da cerveja

  1. Pingback: Tem mulher no bar | Confraria do Lúpulo

  2. ganhar curtidas facebook
    10 de março de 2014

    excelente post !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19 de agosto de 2013 por em Geral, Opinião e marcado , , , , , .

Atualizações Twitter

  • A partir da semana que vem um dos nossos confrades vai lançar uma cerveja comercialmente. O que acha de uma... fb.me/80GdWuXpz 1 year ago
  • [Novo post] Aprecia uma cerveja com gosto de madeira? Sabia que podemos envelhecer algumas cervejas e elas podem... fb.me/vqKfTKwt 1 year ago
wordpress hit counter

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.